Internet

Facebook lança Messenger Rooms como alternativa do Zoom

Embora o Zoom tenha vindo a tomar várias medidas para resolver falhas de segurança e privacidade que surgiram nas últimas semanas, ainda há muitas pessoas à procura de alternativas de plataforma de videoconferência. Agora o Facebook está tentando fazer da sua ferramenta Messenger uma opção viável.

Com o Facebook Messenger Rooms, o gigante das redes sociais está oferecendo às pessoas a opção de realizar videoconferências com até 50 pessoas ao mesmo tempo. Ao contrário da versão gratuita do Zoom, não há limite de tempo para conversas no Messenger Rooms e, como bónus adicional, não há necessidade de ter a conta no Facebook para o utilizar.

Somente a pessoa que está criando a reunião precisa ter o perfil no Facebook, e os outros participantes podem ser convidados a entrar. Não é necessário baixar ou instalar software, uma vez que as salas podem ser acessadas usando apenas o navegador web. O Facebook está a lançar a nova funcionalidade como “fácil de passar um tempo de qualidade com amigos, entes queridos e pessoas que compartilham os seus interesses”, mas é algo que também pode ser muito facilmente utilizado para reuniões de negócios.

Já existem inúmeras características semalhantes ao Zoom, tais como fundos sustentados por IA e filtros de iluminação ambiente, com a promessa de mais para vir. O Facebook diz que pode iniciar e abrir salas no Facebook através do News Feed, Grupos e Eventos, e que em breve será possível criar salas a partir do Instagram Direct, WhatsApp e Portal.

No vídeo abaixo, o Facebook mostra sobre o Messenger Rooms:

https://www.facebook.com/messenger/videos/868139613667902/

Para cutucar um pouco o Zoom, o Facebook diz que as Salas de Mensagers são construídas com privacidade e segurança em mente. A empresa diz:

Construímos Salas com privacidade e segurança , para que você se sinta confortável em se conectar com os seus amigos, família e comunidades. Nós não vemos nem ouvimos as suas chamadas, e a pessoa que cria a sala controla quem pode entrar ou ver a sala, e se a sala está trancada ou aberta para novos visitantes. O criador da sala deve estar presente para que a chamada possa começar, e o criador pode excluir visitante a qualquer momento. Você pode informar o nome de uma sala ou enviar comentários sobre uma sala se você acredita que ela violou nossas Normas Comunitárias. Os relatórios não incluirão áudio ou vídeo da sala, uma vez que não vemos nem ouvimos as suas chamadas.

O lançamento de Messenger Rooms está começando agora mesmo, e o Facebook diz que vai se expandir para outros países – incluindo os EUA – nas próximas semanas.

One thought on “Facebook lança Messenger Rooms como alternativa do Zoom

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *